Grande Muralha Verde pode ser a solução para muitos países africanos.

Com o rápido aumento do deserto do Saara nos últimos anos, a grande falta de chuvas e degradação do solo comprometem a agricultura e pecuária de vários países africanos. Segundo o site THE GUARDIAN, até 2025 mais de 2/3 da África podem ser perdidos para o deserto se nada for feito.

Mas uma solução inovadora foi posta em prática desde 2008 pela Africa United, unida à ONU e mais 11 países. O proposto foi plantar uma grande floresta na beira do deserto que irá cobrir parte da África de leste a oeste.

Imagem: www.yannarthusbertrand2.org

A ideia é construir uma floresta de 7000 km de comprimento para impedir que os ventos secos cheguem a grande parte dos países, aumentando a umidade da região e, com isso, favorecendo a agricultura e pecuária.

Iniciado em 2008 e com suas primeiras mudas plantadas no Senegal - um dos países mais afetados pela desertificação - o projeto conta com a ajuda de 10 países: Mauritânia, Mali, Burkina Faso, Niger, Nigéria, Chade, Sudão, Etiópia, Eritreia e Djibouti e grandes instituições como o Banco Central, UK's Royal Botanic Gardens e a Organização de agricultura e comida das Nações Unidas que já doaram mais de US$ 3 bilhões para o projeto.

Imagem: powerpozzie.com

O projeto tem se mostrado um sucesso nos últimos anos, com mais de 5.000 acres plantados apenas no Senegal. Muitas dessas árvores são frutiferas, o que também ajuda a combater os altos índices de subnutrição nas áreas rurais e gerando milhares de empregos.

Quando completado, o projeto ficará conhecido como a maior obra horticultural da história.

Imagem: A. Spani

fonte: Science Alert, Planeta sustentável.

Notícias em destaque
Notícias recentes
Arquivo
Siga-nos
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© 2018 by Ideologia Coletiva. Todos os direitos reservados.