San Francisco se tornou a primeira cidade dos EUA a proibir a venda de peles

O Conselho de Supervisores de San Francisco, na Califórnia, votou por unanimidade para proibir a pele após semanas de debate entre ativistas dos direitos dos animais e varejistas. A "Cidade Dourada" segue duas outras cidades da Califórnia - Berkeley e West Hollywood - proibindo as vendas de peles.

foto - ceresnieandoffenfurs.com

Esta vitória histórica para os animais vem após apelos da PETA e ativistas locais, que participaram de várias reuniões do comitê sobre a questão e realizaram uma manifestação na prefeitura há apenas algumas semanas. Alicia Silverstone, nascida em São Francisco, também fez o mesmo, enviando uma carta em nome da PETA para o Conselho de Supervisores, pedindo que ela banisse a pele da cidade progressista e com visão de futuro. “Durante décadas, meus amigos da PETA têm exposto uma crueldade horrenda no comércio de peles em todo o mundo”, escreveu Alicia. "Há tanta violência no mundo que está além do nosso controle, mas a proibição das vendas de peles é uma maneira fácil de estabelecer um exemplo de compaixão para o mundo inteiro seguir. "Estima-se que em todo o mundo cerca de 50 milhões de animais são mortos de maneira horrível para que possamos usar sua pele", disse a supervisora ​​Katy Tang - a autora da proibição - ao San Francisco Chronicle. Tang disse que espera que a decisão compassiva da cidade envie uma mensagem mundial sobre peles. A proibição de uso de pele em San Francisco deve ocorrer em 1º de janeiro de 2019, e será aplicada a qualquer produto feito com pele de animal, incluindo luvas, casacos e chaveiros.

Fonte - https://www.peta.org/blog/breaking-san-francisco-bans-fur-sales/

Notícias em destaque
Notícias recentes
Arquivo
Siga-nos
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© 2018 by Ideologia Coletiva. Todos os direitos reservados.