Com o apoio da Noruega, a Colômbia está adicionando 8 milhões de hectares a suas áreas protegidas pa

As comunidades indígenas que dependem da floresta amazônica da Colômbia para sua sobrevivência terão mais voz sobre suas terras ancestrais, à medida que a Colômbia adiciona 8 milhões de hectares às suas áreas protegidas, em um esforço para conter a perda florestal.

foto - pinterest.com

As novas medidas anunciadas pelo presidente colombiano, Juan Manuel Santos, na terça-feira, visam criar uma zona de segurança para a região sul do país. Os agricultores estão investindo mais nas florestas, derrubando mais árvores para limpar a terra para pastagem de gado e agricultura.

Santos disse que as áreas protegidas serão marcadas nas próximas duas semanas, o que significa que "de uma vez por todas, saberemos onde podemos cultivar, produzir - e de qual limite protegeremos todas as florestas e toda a Amazônia".

foto - pinterest.com

Isso eleva a área total de florestas protegidas na Colômbia para quase 40 milhões de hectares, disse Santos em um discurso na cidade de Leticia, na Amazônia, ladeado por tribos indígenas e pelo primeiro ministro da Noruega e ministro do Meio Ambiente.

A Noruega, principal apoiadora financeira dos esforços de conservação florestal da Colômbia, disse que a nova zona é importante para atingir as metas de desmatamento zero da Colômbia até 2020 e deter a perda de toda a floresta natural até 2030. Quando as florestas são degradadas ou destruídas, o carbono armazenado nas árvores é liberado na atmosfera, com o desmatamento respondendo por 10% a 15% das emissões de carbono no mundo.

Fonte - http://news.trust.org/item/20180411192947-crajw/

Notícias em destaque
Notícias recentes
Arquivo
Siga-nos
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© 2018 by Ideologia Coletiva. Todos os direitos reservados.