Rinocerontes negros retornam ao país de Chade 50 anos depois de terem sido extintos localmente

Em uma colaboração inovadora e inédita entre os governos sul-africano e do país de Chade, na África Central, SANParks e African Parks, seis rinocerontes negros sul-africanos criticamente ameaçados estão sendo reintroduzidos no Parque Nacional de Zakouma, no Chade, 50 anos depois de terem sido extintos localmente.

foto - safarious.com

Quase 50 anos depois da extinção local, os rinocerontes negros percorrem a selva do país do Chade, o último capítulo de um movimento para atrair os grandes mamíferos de volta ao continente. Na quinta-feira (04/05), seis rinocerontes foram levados para o Parque Nacional de Zakouma, no Chade, a partir da cidade sul-africana de Port Elizabeth, sedados e confinados em caixotes especialmente criados para garantir que não haja confusão.

foto - wikipedia.com

A iniciativa surgiu no contexto de uma crise de caça furtiva que viu mais de 1 000 rinocerontes mortos na África do Sul no ano passado para atender à forte demanda por seus chifres na Ásia, onde são valorizados por suas alegadas propriedades medicinais. Com 18.000 rinocerontes brancos e 2.000 rinocerontes negros menores, a África do Sul abriga cerca de 80% da população global da espécie, tornando-se a pioneira para os esforços de reintrodução em outros lugares. "Ao estabelecer uma população viável e segura de rinocerontes no Chade, estamos contribuindo para a expansão da população de rinocerontes na África e a sobrevivência de uma espécie que enfrentou altos níveis de caça ilegal", disse a ministra do Meio Ambiente da África do Sul, Edna Molewa.

Fonte - https://safarious.com/article/14399-black-rhinos-return-to-chad-s-zakouma-50-years-after-they-were-wiped-out

Notícias em destaque
Notícias recentes
Arquivo
Siga-nos
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© 2018 by Ideologia Coletiva. Todos os direitos reservados.