© 2018 by Ideologia Coletiva. Todos os direitos reservados.                                 

O governo da Malásia anunciou que não permitirá mais expansão das plantações de palmeiras que fornecem o óleo de palma

October 8, 2018

 

O óleo de palma, conhecido no Brasil como azeite de dendê, é um tipo de óleo vegetal comestível que é derivado da fruta dessa palmeira. Essas palmeiras são originárias da África Ocidental, mas podem florescer onde o calor e a chuva são abundantes. Atualmente, o óleo de palma é cultivado em toda a África, Ásia, América do Norte e América do Sul, com 85% de todo o óleo de palma produzido globalmente e exportado da Indonésia e da Malásia; mas na maioria das vezes não usa medidas sustentáveis. 
 
O produto tornou-se uma das principais causas de destruição da floresta tropical no mundo. A expansão descontrolada levou as plantações de óleo de palma ao coração de alguns dos ecossistemas mais diversificados culturalmente e biologicamente, e está entre as maiores ameaças para vida selvagem, como o orangotango de Sumatra, à beira da extinção na Indonésia. 
 
Essa destruição em grande escala das florestas tropicais está liberando quantidades globalmente significativas de poluição de carbono na atmosfera, tornando o óleo de palma um importante impulsionador global da mudança climática induzida pelo homem. A produção de óleo de dendê também é responsável por violações generalizadas dos direitos humanos, já que as companhias de dendê geralmente expulsam com força os Povos Indígenas e as comunidades rurais de suas terras. 
 
Para combater esses problemas, o governo da Malásia não permitirá mais nenhuma expansão das plantações das palmeiras no país, disse hoje Teresa Kok, ministra das Indústrias Primárias. 

                                                                                                                     foto - malaymail.com

 
"Estamos comprometidos em manter pelo menos 50 por cento da terra como cobertura florestal, por isso não permitiremos qualquer expansão dessas plantações de dendê", disse ela depois de seu discurso durante a Cúpula das Empresas na Malásia. 
 
Ela também disse que seu ministério espera que todos os comerciantes de óleo de palma existentes possam obter 100% de certificação de óleo de palma da Malásia até 31 de dezembro do ano que vem.  

                                                                                                                               foto - 123rf.com


“Vamos nos mover rapidamente, especialmente com os plantadores da seção interna de certos estados, onde o objetivo é educá-los sobre os padrões que eles precisam cumprir para aumentar a comercialização de seus produtos. 

 

 

 

Fontes - http://www.saynotopalmoil.com/Whats_the_issue.php

https://www.malaymail.com/s/1669208/teresa-kok-govt-to-stop-oil-palm-expansion-keep-50pc-land-as-forest

 

Please reload

Notícias em destaque

A última beluga foi finalmente libertada da "prisão de baleias" localizada na Rússia

November 13, 2019

1/10
Please reload

Notícias recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga-nos
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle