Fernando de Noronha proíbe entrada, uso e venda de plásticos descartáveis

O Distrito Estadual de Fernando de Noronha se tornou o primeiro lugar do Brasil a proibir a entrada, o uso e a comercialização dos plásticos descartáveis nas dependências da ilha. O decreto foi publicado no Diário Oficial de Pernambuco nesta quinta-feira, 13. A ideia é substituir plásticos descartáveis por materiais recicláveis. As sacolas de supermercado serão substituídas por sacolas retornáveis ou reutilizáveis. Será tolerado o uso de seringas, tubos e recipientes de coleta de material biológico nas unidades de saúde.

foto - opovo.com.br

Hotéis, pousadas, restaurantes, bares, quiosques, lanchonetes, ambulantes, embarcações, além dos pouco mais de 3,5 mil moradores e 100 mil turistas que visitam a ilha anualmente, devem obedecer a lei. O projeto foi formatado com apoio da população de Noronha. Quem infringir a lei será, primeiramente, notificado e orientado a seguir às novas regras. Caso o indivíduo volte a cometer o crime, será multado com o valor de meio salário mínimo. Se ocorrer uma terceira vez, a multa terá montante dobrado. Caso a infração seja cometida por estabelecimentos, a multa será maior. Após a notificação, a casa irá pagar uma multa equivalente a três salários mínimos e, se for reincidente, o valor será dobrado e o alvará de funcionamento vai ser cassado por 30 dias. Se houver uma quarta vez, dobra-se o valor da multa anterior e o alvará será cassado em definitivo.

Reprodução - https://www.opovo.com.br/noticias/brasil/2018/12/fernando-de-noronha-proibe-entrada-uso-e-venda-de-plasticos-descartav.html

Notícias em destaque
Notícias recentes
Arquivo
Siga-nos
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© 2018 by Ideologia Coletiva. Todos os direitos reservados.