Sozinho, o aposentado Hélio da Silva plantou 25 mil árvores e recuperou área degradada em São Paulo

Este é o administrador aposentado Hélio da Silva, de 67 anos. Há mais de 15 anos ele vem plantando mudas de árvores no parque linear Tiquara, na Penha, zona leste de São Paulo. Hélio tem como objetivo deixar para os netos um futuro melhor e, segundo ele, retribuir tudo que São Paulo lhe deu.

foto - saopaulosao.com.br

Ele precisou de autorização da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente para poder plantar as mudas e não ganha nada pelo trabalho.

No começo, Hélio planejava plantar 5.000 unidades de árvores. Hoje, ele se orgulha em dizer que são mais de 25.000 árvores, entre elas, 170 espécies diferentes e a maioria nativa da mata atlântica.

foto - saopaulosao.com.br

Segundo o aposentado, quando começou o projeto, as pessoas diziam que ele era louco. Inclusive sua mulher, Leda Vitoriano, que dizia: “Você faz tudo e quem vai levar a fama são os vereadores.” Hélio conta que no começo do projeto houveram muitas brigas, principalmente com os comerciantes da região, pois as árvores estavam tapando a visão das lojas da avenida Carvalho Pinto. Não foi fácil, no início as primeiras 500 mudas foram destruídas, “de cada dez que eu plantava, arrancavam oito”, disse o administrador.

foto - saopaulosao.com.br

Hoje, o parque conta com uma área verde muito mais extensa do que à anos atrás, e também com banheiros e equipamentos de lazer.

Fotos - https://saopaulosao.com.br/nossas-pessoas/4005-sozinho,-o-aposentado-h%C3%A9lio-da-silva-plantou-25-mil-%C3%A1rvores-e-recuperou-%C3%A1rea-degradada-em-s%C3%A3o-paulo.html#

Notícias em destaque
Notícias recentes
Arquivo
Siga-nos
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© 2018 by Ideologia Coletiva. Todos os direitos reservados.