Projeto ‘Mundo sem Bitucas’ recolheu 40 mil bitucas em museu de São Paulo e em outras cidades do mun

Cigarros fazem mal à saúde das pessoas, mas também ao meio ambiente. Além de tóxicas, as bitucas – junto ao plástico, são uma das maiores responsáveis pelo lixo oceânico. Por isso, o movimento Mundo Sem Bitucas @mundosembitucas vem promovendo ações educativas há mais de 3 anos e até agora já recolheu milhões de bitucas de cigarro, no Brasil e no mundo. Somente em São Paulo, o projeto recolheu mais de 40 mil bitucas. O maior objetivo da iniciativa é conscientizar as pessoas sobre os impactos socioambientais que as bitucas de cigarro descartadas incorretamente causam no meio ambiente.

foto - hypeness.com.br

Infelizmente, uma parcela mínima é descartada da maneira certa e, dos bueiros e córregos, elas acabam percorrendo um longo caminho até poluir nossos oceanos. Se a ideia inicial era propor a ação apenas na cidade de São Paulo, hoje o movimento é internacional e engloba 17 cidades no Brasil e mais 3 dos Estados Unidos, Espanha e Nova Zelândia. A última caça às bitucas ocorreu no domingo (21) e nas redes sociais do projeto internacional – Montanha da Vergonha, os números impressionam. Somente no vão do MASP foram recolhidas mais de 40 mil, o Rio de Janeiro coletou 5.215 bitucas na região das praias do Recreio. Em compensação, a cidade de Auckland – Nova Zelândia retirou apenas 1. A ação global foi realizada apenas com a ajuda de voluntários e sem muitos recursos financeiros, o que demonstra a preocupação das pessoas em construir um mundo melhor.

Reprodução - https://www.hypeness.com.br/2019/07/projeto-de-coleta-recolhe-40-mil-bitucas-em-cidades-do-brasil-e-do-mundo/

Notícias em destaque
Notícias recentes
Arquivo
Siga-nos
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© 2018 by Ideologia Coletiva. Todos os direitos reservados.