Interceptor: A nova máquina de limpeza de rios que remove 50 mil kg de plástico por dia

A empresa “The Ocean Cleanup” lançou o que chama de primeira solução escalável do mundo para remover o plástico dos rios, que depois vão parar nos oceanos, após o anúncio de uma colaboração da Danone com a The Ocean Cleanup no Fórum Econômico Mundial em Davos em 2018. O desenvolvimento do “Ocean Cleanup Interceptor” foi apoiado por uma missão de pesquisa de dois anos entre a startup holandesa sem fins lucrativos e a Danone. Compartilhando décadas de conhecimento em embalagens, a Danone, juntamente com as marcas Evian e Aqua, conseguiu ajudar a Ocean Cleanup a analisar e categorizar os detritos coletados do primeiro protótipo na Indonésia, além de entender melhor os desafios na extração e tratamento dos resíduos que são recuperados.

foto - theoceancleanup.com

O Interceptor nada mais é do que uma barreira flutuante que se assemelha a um barco que ficará ancorado no leito do rios. As barreiras direcionam os resíduos de plástico para a boca do barco, que é alimentado por painéis solares e opera sem a necessidade de operadores humanos.

Essa nova tecnologia já está operando na Indonésia e na Malásia, e visa impedir que o lixo plástico entre nos oceanos, interceptando-o primeiro dos rios. O Interceptor, que é 100% movido a energia solar e utiliza as forças naturais da corrente, visa extrair até 50.000 kg de lixo plástico por dia dos 1.000 rios mais poluídos do mundo. Fundada há sete anos pelo empresário Boyan Slat, a missão da The Ocean Cleanup é alcançar uma redução mundial de 90% da poluição do plástico flutuante do oceano até 2040.

Fonte - https://www.environmentalleader.com/2019/10/the-ocean-cleanup-interceptor-aims-to-extract-up-to-50000-kg-of-plastic-waste-per-day-from-rivers-around-the-world/

Notícias em destaque
Notícias recentes
Arquivo
Siga-nos
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© 2018 by Ideologia Coletiva. Todos os direitos reservados.