Jovem mexicano cria torres que purificam o ar com a mesma eficiência de 360 árvores

As árvores são uma das melhores coisas que temos para limpar o ar da Terra, mas elas têm uma desvantagem: elas precisam de tempo e espaço para crescer. Com esse intuito nasceu a BioUrban, uma árvore artificial que absorve tanta poluição do ar quanto 368 árvores reais. Projetada por uma startup mexicana, a estrutura metálica usa microalgas para limpar o dióxido de carbono e outros contaminantes do ar, devolvendo oxigênio puro ao meio ambiente.

foto - inceptivemind.com

Medindo 4,2 metros de altura e quase três metros de largura, o dispositivo se parece com um cruzamento entre uma árvore e um arranha-céu pós-modernista. "O que esse sistema faz, por meio da tecnologia, é inalar a poluição do ar e usar a biologia para realizar o processo natural (da fotossíntese), como uma árvore", diz Jaime Ferrer, sócio fundador da BiomiTech, a empresa por trás da invenção. A Cidade do México, uma vasta área urbana de mais de 20 milhões de pessoas, é interrompida regularmente sob alertas de poluição do ar, desencadeada por emissões dos mais de cinco milhões de carros da capital, suas indústrias poluentes e até o vulcão Popocatepetl, nas proximidades. Ferrer diz que o objetivo da empresa é ajudar essas cidades a obter um ar mais limpo em áreas usadas por pedestres, ciclistas ou idosos, por exemplo - quando plantar um grande número de árvores não é uma opção. Lançada em 2016, a BiomiTech até agora "plantou" três árvores: uma na cidade de Puebla, no centro do México, onde está sediada; um na Colômbia; e um no Panamá. Possui contrato para mais dois na Turquia e projetos para instalá-los na Cidade do México e Monterrey, no norte do México.

Fonte - https://www.france24.com/en/20190815-environment-science-mexico-robotic-trees-air-pollution-biourban-biomitech-puebla

Notícias em destaque
Notícias recentes
Arquivo
Siga-nos
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© 2018 by Ideologia Coletiva. Todos os direitos reservados.