China proíbe o consumo e comércio de animais selvagens

A China declarou na segunda-feira a proibição imediata do comércio e consumo de animais selvagens, prática considerada responsável pelo surto mundial do coronavírus. O principal comitê legislativo do país aprovou uma proposta "proibindo o comércio ilegal de animais silvestres, abolindo o mau hábito de consumir animais em excesso e protegendo efetivamente a vida e a saúde das pessoas", informou a televisão estatal.

foto - nytimes.com

Proibições temporárias anteriores foram implementadas, inclusive depois que o vírus da SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave) matou centenas de pessoas na China e Hong Kong em 2002-03 e também foi atribuído ao consumo de animais selvagens. Especialistas em saúde alertam que o transporte, o abate e o consumo de espécies selvagens representam um risco significativo e crescente para a saúde pública ao expor os seres humanos a patógenos perigosos de origem animal. Autoridades de saúde chinesas disseram que o vírus provavelmente surgiu de um mercado na cidade central de Wuhan, que vendia animais selvagens como alimento. A fonte exata do coronavírus permanece não confirmada, com os cientistas especulando que ele se originou em morcegos, pangolins ou algum outro mamífero.

Reprodução - https://www.ctvnews.ca/mobile/sci-tech/china-bans-human-consumption-and-trade-of-wild-animals-1.4824540

Notícias em destaque
Notícias recentes
Arquivo
Siga-nos
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© 2018 by Ideologia Coletiva. Todos os direitos reservados.