Cientistas estão desenvolvendo bactérias projetadas para proteger abelhas de pragas e patógenos

Cientistas da Universidade de Austin no Texas relataram na revista Science que eles desenvolveram uma nova estratégia para proteger as abelhas de uma tendência mortal conhecida como colapso de colônias: linhagens de bactérias geneticamente modificadas. Um número crescente de colônias de abelhas nos EUA viu o declínio de suas abelhas adultas. De acordo com uma pesquisa nacional, os apicultores perderam quase 40% de suas colônias de abelhas no inverno passado, a maior taxa relatada desde que a pesquisa começou 13 anos atrás.

foto - genengnews.com

As bactérias manipuladas vivem nas entranhas das abelhas e agem como fábricas biológicas, bombeando medicamentos que protegem as abelhas contra duas principais causas de colapso das colônias: ácaros Varroa (género de ácaros ectoparasitas que infesta diversas espécies de abelhas) e vírus das asas deformadas (é um vírus de RNA, um dos 22 vírus conhecidos que afetam as abelhas). Os ácaros Varroa e o vírus da asa deformado geralmente se juntam; como os ácaros se alimentam de abelhas, eles podem espalhar o vírus, enquanto também enfraquecem as abelhas e as tornam mais vulneráveis ​​a patógenos no ambiente. Os pesquisadores acreditam que seu método poderá ter uso agrícola, porque as bactérias manipuladas são fáceis de cultivar, a inoculação das abelhas é direta e é improvável que as bactérias manipuladas se espalhem para além das abelhas. "É a primeira vez que alguém melhora a saúde das abelhas através da engenharia genética de seu microbioma", acrescentou Sean Leonard, estudante de graduação e primeiro autor do estudo.

Fonte - https://news.utexas.edu/2020/01/30/bacteria-engineered-to-protect-bees-from-pests-and-pathogens/

Notícias em destaque
Notícias recentes
Arquivo
Siga-nos
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© 2018 by Ideologia Coletiva. Todos os direitos reservados.