Baleia-cinzenta estabelece novo recorde ao atravessar meio mundo

Uma baleia-cinzenta nadou a maior distância percorrida por um vertebrado marinho já registrada — cerca de 26,8 mil quilômetros — mais da metade da distância equivalente à volta ao mundo.

O cetáceo macho, avistado próximo à Namíbia em 2013, é a primeira baleia-cinzenta a ser registrada no Hemisfério Sul. Mas foram necessários vários anos de pesquisa genética para confirmar que a baleia se originou no Pacífico Norte, de acordo com um estudo publicado recentemente na revista científica Biology Letters.

Existem duas populações conhecidas de baleias-cinzentas: baleias-cinzentas orientais, cujos números são estáveis, com cerca de 20,5 mil indivíduos, e baleias-cinzentas ocidentais, que estão ameaçadas de extinção, das quais estima-se haver cerca de 200 indivíduos restantes na natureza, principalmente devido a décadas de caça comercial. As baleias-cinzentas orientais migram dos mares ao redor do Alasca e da Rússia para se reproduzirem na Baixa Califórnia. Há menos informações sobre os locais de reprodução das baleias-cinzentas ocidentais, mas elas já foram registradas se alimentando no leste da Rússia. O coautor do estudo, Simon Elwen, zoólogo da Universidade de Stellenbosch, na África do Sul, recorda quando ouviu pela primeira vez sobre o avistamento de 2013: “eu fiquei um pouco incrédulo. É como se alguém dissesse que viu um urso polar em Paris — tecnicamente, ele poderia chegar lá, mas simplesmente não parece muito realista”.


Fotografias confirmaram que era, de fato, uma baleia-cinzenta, com cerca de 12 metros de comprimento. O animal permaneceu na cidade de Walvis Bay por dois meses, possivelmente por estar desnutrido, permitindo que Elwen e Tess Gridley, também zoóloga da Universidade de Stellenbosch, coletassem amostras de DNA minimamente invasivas.


O incrível feito da baleia-cinzenta — que supera o recorde anterior de uma tartaruga-de-couro rastreada por 20,5 mil quilômetros pelo Pacífico — também deixou os cientistas se perguntando: por que uma baleia-cinzenta viajaria para tão longe de casa?

Os autores especulam que a rápida diminuição do gelo marinho no Ártico devido às mudanças climáticas pode estar permitindo que as baleias-cinzentas explorem — ou se percam — em novos habitats, embora não haja dados suficientes para tirar quaisquer conclusões. Fonte - https://www.nationalgeographicbrasil.com/animais/2021/06/baleia-cinzenta-estabelece-novo-recorde-ao-atravessar-meio-mundo

Notícias em destaque
Notícias recentes