Biden suspende extração de petróleo e gás da era Trump em santúario de vida selvagem no Alasca

O governo do presidente dos EUA, Joe Biden, disse na terça-feira que suspenderá a extração de petróleo e gás que foi designada para acontecer em um refúgio de vida selvagem no Alasca durante os últimos dias do governo Trump, enquanto se aguarda uma revisão ambiental.


A ação reverte um dos esforços do ex-presidente Donald Trump para expandir o desenvolvimento de combustíveis fósseis nos Estados Unidos e representa um revés para o governo estadual do Alasca, que esperava que a abertura do enorme refúgio ajudasse a reviver sua indústria petrolífera em declínio.


O Departamento do Interior de Trump vendeu santuário do Arctic National Wildlife Refuge (ANWR) em janeiro, sob objeções de ambientalistas e grupos indígenas. Durante sua campanha, Biden se comprometeu a proteger o habitat intocado de 19,6 milhões de hectares, habitado por ursos polares, caribus e pássaros migratórios.


A Conselheira Nacional do Clima da Casa Branca, Gina McCarthy, disse que Biden estava "grato pela ação imediata do Departamento do Interior" e disse que o leilão feito às pressas pela administração Trump de arrendamentos de petróleo e gás no santuário "poderia ter mudado o caráter deste especial lugar para sempre. "


O programa de arrendamento da ANWR já é objeto de ações judiciais por grupos ambientais e indígenas que alegam que a administração Trump violou a lei federal ao realizar uma análise ambiental defeituosa que não considerou adequadamente seu impacto sobre a vida selvagem e os povos nativos.


Fonte - https://www.reuters.com/business/energy/biden-administration-suspend-some-oil-gas-leases-alaska-report-2021-06-01/

Notícias em destaque