Para preservar a espécie, 30 Rinocerontes-brancos voaram da África do Sul para santuário em Ruanda

Os 30 rinocerontes-brancos chegaram ontem à sua nova casa, o santuário nacional Akagera, no leste de Ruanda. Espera-se que Akagera se torne um novo reduto de reprodução para apoiar a sobrevivência a longo prazo da espécie.


Com cerca de 18.000 animais em toda a África, os rinocerontes-brancos são classificados pela IUCN como quase ameaçados, com números em declínio em grande parte devido à caça ilegal, impulsionada pela demanda por seus chifres.


“Todos os rinocerontes foram ligeiramente sedados para mantê-los calmos e não agressivos”, disse Jes Gruner, da organização conservacionista African Parks, que supervisionou a maior translocação de rinocerontes da história neste fim de semana.


“É absolutamente vital espalhar rinocerontes-brancos por todo o continente, onde eles têm habitats seguros, e não necessariamente apenas onde costumavam estar”, disse Gruner. “Precisamos diminuir o risco. Se alguns países não conseguirem controlar o comércio ilegal de vida selvagem, os rinocerontes-brancos e rinocerontes em geral podem ser levados à beira da extinção. Temos que fazer tudo o que pudermos para cuidar da segurança deles. ”



Fonte - https://www.theguardian.com/environment/2021/nov/29/white-rhinos-flown-from-south-africa-to-rwanda-in-largest-single-translocation

Notícias em destaque
Notícias recentes
Arquivo
Siga-nos
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle