Pegadas de tigre siberiano são vistas pela primeira vez em 50 anos em região da Rússia 

A agência estatal de notícias russa TASS relatou uma descoberta impressionante: a primeira aparição de pegadas de tigre siberiano no nordeste da república siberiana de Sakha, na Rússia, pela primeira vez em meio século. De acordo com zoólogos, essa espécie raramente é encontrada na Rússia, mas a sua presença indica um crescimento no número de animais que estavam ameaçados de extinção.

O serviço de proteção florestal do país avistou as pegadas ao longo da margem direita do rio Aldan, no sudeste de Sakha. De acordo com zoólogos, os tigres siberianos têm dificuldade de se fixar nesta região devido à falta de florestas decíduas e de javalis, que lhes servem de alimento. A descoberta das pegadas indica que a população da espécie ameaçada de extinção está se recuperando, graças aos trabalhos de conservação em andamento. A Rússia decidiu proteger o tigre de Amur, como também é conhecido, depois que a caça excessiva levou a espécie à beira da extinção em meados do século 20.


Agora, a sua população no Extremo Oriente da Rússia quase dobrou desde 2005, quando havia apenas 330 tigres registrados. Viktor Nikiforov, chefe da instituição de caridade ambiental Tigrus afirmou ao Optimist Daily que “o fato de os tigres explorarem seus ancestrais locais de caça indica que o número de animais mais ao norte não é motivo de preocupação”. Fonte - https://umsoplaneta.globo.com/biodiversidade/noticia/2021/12/01/pegadas-de-tigre-siberiano-sao-vistas-pela-primeira-vez-em-50-anos.ghtml

Notícias em destaque
Notícias recentes
Arquivo
Siga-nos
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle